95% das pessoas que fazem dieta voltam a engordar: entenda onde está o maior erro

Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas Redes Sociais

 

Por que é tão comum voltar a engordar após a dieta?

De acordo com a nutricionista, fazer dietas de restrição alimentar não funciona. Isso porque, segundo dados científicos, 95% das pessoas que optam por esse método de emagrecimento voltam a engordar. “É normal fracassar na dieta”, explica.

engordar 216 400x800

Os outros 5%, que alcançam o “sucesso”, encontrariam, portanto, um desfecho melhor, certo? Pelo contrário: segundo Sophie, essas pessoas teriam na dieta um desencadeador de transtornos alimentares, como a bulimia e a anorexia.

 

Alterações cerebrais seriam as responsáveis

 

A nutricionista explica que, quando pensamos em dieta restritiva, temos que ter em mente que haverá mudanças cerebrais, em especial no centro de apetite, que será desregulado.

“Quando você olha a ciência do que acontece no metabolismo quando há uma perda de peso rápido, é muito claro que o cérebro se adapta aumentando o apetite e diminuindo o metabolismo”, explica Sophie. “Não é que pessoa não tenha força de vontade para emagrecer, é simplesmente uma adaptação do cérebro para não deixar isso acontecer. O cérebro faz questão que você nunca mais esqueça de comer e a relação com a comida se torna muito mais emocional do que antes”.

Como consequência, vêm à tona a compulsão e o comer emocional. Sophie conta que a pessoa passa a comer por cansaço, tristeza, alegria, etc. A nutricionista conta que já teve uma paciente que comia até quando tinha vontade de fazer xixi.

 

Sophie cita, inclusive, um estudo publicado pelo International Journal of Obesity, feito com gêmeos idênticos, que mostrou que o irmão que faz dietas é o mais suscetível a ganho de peso.

 

Como evitar ganho de peso após a dieta

 

Para Sophie, conhecer e normalizar o próprio apetite, já bastante alterado pelas dietas, é o primeiro passo para emagrecer definitivamente e com saúde. O grande desafio é superar o medo de comer, o que só é possível fazer de uma forma: comendo. “É comendo que a pessoa vai emagrecer”, reforça a nutricionista.

 

Esse processo, além do respeito à própria fome, segue três dicas básicas:

 

Dizer não à dieta

Comer alimentos de verdade (mais frutas, verduras, legumes, cereais, carnes e menos industrializados, fast-food, refrigerante, etc.)

Cozinhar

Aos poucos, com a ajuda de um diário, por exemplo, o paciente vai entendendo o que é fome e o que é compulsão. Em vez de ser motivado pela fome e acabar comendo muito rápido, sem prazer, ele irá se alimentar devagar, sentado e prestando atenção na refeição.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *