Conheça o menor bebê prematuro a sobreviver que pesava apenas 450g.

Os médicos não esperavam que a pequena E’Layah Faith Pergues sobrevivesse ao seu complicado nascimento. As dificuldades para a mãe dela, Megan, começaram nas primeiras fases da gravidez, onde ela sofreu três convulsões. A futura mãe teve que passar um mês no hospital para ser monitorada. Quando os médicos determinaram que o bebê no ventre de Megan não estava mais se mexendo, eles marcaram uma cesariana de emergência. Megan ficou louca de medo e raiva por seu bebê e, enquanto era levada para a sala de operação, gritava: “O diabo é um mentiroso, ele nunca vai pegar o meu bebê!”.

Porém, a cirurgia foi um sucesso e a pequenina E’Layah veio ao mundo três meses e meio (14 semanas) antes do previsto. Com apenas 450g, ela era o menor bebê a sobreviver no hospital Carolinas Medical Center em Charlotte, na Carolina do Norte, EUA. Os médicos ainda estavam céticos sobre a saúde dela, então Megan deu à filha um sobrenome esperançoso, Faith (Fé, em inglês). Com o tempo, a pequena começou a fazer jus ao nome e provou ser uma verdadeira lutadora.

Como era tão pequena, os pais de E’Layah e os médicos encararam meses assustadores pela frente. Como ela conseguiria receber a nutrição adequada? Para encorajar o crescimento dela, a equipe médica lhe dava uma fórmula que consistia em gordura, eletrólitos, proteínas e vitaminas especialmente desenvolvida para prematuros. Mas isso não é tudo, ela também respirava através de máquinas, passou por transfusões de sangue e várias operações. Esta bebê teve que aguentar tratamentos que seriam desafiadores até para o adulto mais forte.

Mas cinco meses após o seu nascimento, E’Layah está ficando forte e já está chegando aos 3,6 kg. De acordo com os médicos, ela está vencendo a batalha.

Não foi só Megan que ficou extasiada com este pequeno milagre, mas Eric, o pai da menina, também. Eles finalmente puderam levar a filhinha deles para casa. Eles sabiam que E’Layah era uma menina muito especial e corajosa. Você tem uma noção dessa força quando a vê nos braços de sua mãe.

Esta pequena prematura surpreendeu a todos: é incrível que tanta vontade de viver estava guardada em um ser tão pequeno. A história de E’Layah é de esperança e inspiração para muitos. Ela nos lembra que a vida sempre dá um jeito, independentemente das chances a favor.

 

Fonte: www.naoacredito.com.br

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*